Desvende os 8 maiores mitos sobre tecnologia na nuvem

Os avanços tecnológicos podem proporcionar melhorias para a sociedade, mas também são alvos de muitos mitos. A tecnologia na nuvem traz eficácia e economia para as organizações. Contudo, ela é frequentemente questionada sobre a sua segurança, praticidade e aplicabilidade.

Este post tem o objetivo de desvendar os mitos do cloud computing. Portanto, continue a leitura e acabe de uma vez com todas as suas dúvidas!

1. Não há segurança com a tecnologia na nuvem

O serviço de cloud computing não representa uma falta de segurança. Em níveis organizacionais, por exemplo, pode-se utilizar recursos de criptografia e uso de senhas complexas para proteger os dados da instituição.

Além disso, os servidores recebem atualizações constantes a fim de garantir o mais alto nível de segurança em TI. Somado a isso, deve-se considerar que as empresas que fornecem o serviço de tecnologia na nuvem disponibilizam contratos que asseguram a confiabilidade dos dados.

Para ter uma segurança ainda maior, o usuário do serviço de cloud computing pode utilizar redes seguras de acesso à internet, proteção de antivírus e uso de firewalls.

2. O custo é alto

Esse é outro grande mito sobre a tecnologia na nuvem. O valor da aquisição do serviço em cloud pode ser mais barato ou mais caro, dependendo do recurso utilizado. Muitas companhias, por exemplo, oferecem soluções em que o gestor paga apenas pelas demandas que utiliza.

Isso permite aumentar ou diminuir as capacidades computacionais de acordo com o que cabe no orçamento. Sendo assim, muitas vezes, a solução é uma alternativa para as instituições que não possuem uma grande estrutura de TI ou não conseguem atualizar frequentemente os servidores.

3. A computação em nuvem é complexa e difícil de gerenciar

A migração para a nuvem é realizada pela própria empresa que oferece o serviço, na maioria das vezes. Sendo assim, o gestor do órgão público não precisa se preocupar com todo o processo de transição das informações.

Ademais, essa não é uma etapa tão complexa quanto costumam dizer. Os profissionais são treinados para essa atividade e possuem o conhecimento necessário.

O cloud computing permite, inclusive, organizar os servidores de modo híbrido — integrando os recursos físicos e remotos. Dessa maneira, pode-se controlar melhor as informações e fazer atualizações rápidas e seguras.

4. A tecnologia na nuvem funciona apenas para grandes corporações

Muito pelo contrário! Um estudo realizado pela Dell identificou que as empresas brasileiras adotaram a tecnologia na nuvem em grande escala. Segundo o levantamento, 90% das médias empresas dizem que já possuem um modelo de aplicação em cloud.

Sendo assim, a computação em nuvem pode ser utilizada por pequenas, médias e grandes empresas, além de instituições públicas. O principal motivo é que ela é customizável. Portanto, consegue se adaptar às necessidades de cada organização, com um custo proporcional aos recursos utilizados.

Ademais, a instituição consegue utilizar a estrutura local já existente e, sempre que precisar de uma infraestrutura maior, pode usar os recursos em nuvem.

Em um órgão público, por exemplo, isso pode reduzir a necessidade de licitação para compra de equipamentos e evitar o aumento de demanda para a equipe interna de TI.

5. Qualquer usuário tem acesso às informações

Isso é um mito da tecnologia na nuvem sem fundamento. O serviço protege os dados de forma complexa com o uso de ferramentas que criam barreiras eletrônicas. Nesse caso, apenas pessoas autorizadas podem ter acesso às informações.

Somado a isso, o gestor pode limitar o nível de acesso de cada usuário mediante o uso de login e senha. Para compartilhar determinada informação que está bloqueada, por exemplo, será necessário enviar uma autorização para a outra pessoa.

Sendo assim, o cloud computing garante maior proteção contra ciberataques e acessos indevidos, é um serviço de ponta e que garante mais agilidade nas operações.

6. A equipe de TI fica mais ocupada

Os profissionais de TI poderão receber treinamento para atuar com o cloud computing. Contudo, eles terão mais tempo para se dedicar aos demais trabalhos da organização, visto que muitas companhias de computação em nuvem oferecem um suporte terceirizado.

Nesses casos, a equipe terceirizada realiza as manutenções preventivas, faz as atualizações necessárias e mantém a segurança dos dados da organização.

Enquanto isso, a equipe de TI pode se dedicar ao trabalho diário de atendimento dos demais usuários da instituição. Isso garante mais agilidade para o dia a dia e aumenta a produtividade de todos.

7. Falta de disponibilidade dos ambientes

A tecnologia na nuvem proporciona flexibilidade para as organizações. Assim, o gestor consegue implementar mudanças aos poucos, sem afetar a continuidade dos serviços.

Outra característica marcante do cloud computing é a escalabilidade. Essa solução possibilita aumentar o número de usuários e usar a nuvem em horário de pico sem afetar o fornecimento dos serviços.

Dessa maneira, não há problemas de interrupção das atividades por indisponibilidade das ferramentas, o que garante a confiança no serviço prestado pela instituição.

Um benefício a mais dessa disponibilidade dos ambientes é a possibilidade do gestor trabalhar remotamente, mesmo quando participa de reuniões ou eventos. Isso porque os dados podem ser visualizados mediante acesso à internet e uso de login e senha.

Dessa maneira, é possível garantir a produtividade e o monitoramento das atividades mesmo quando se está longe do escritório. Além disso, a tecnologia na nuvem utiliza ferramentas de alta performance, o que garante a estabilidade da hospedagem de aplicações.

8. Cloud Computing prejudica o meio ambiente

Muito pelo contrário! A computação em nuvem diminui a necessidade de compra de geradores, nobreaks, servidores físicos e adequação dos espaços para instalar todos os equipamentos. Dessa maneira, ela evita o descarte desses materiais no meio ambiente, o que favorece a proteção ambiental.

Os data centers até consomem bastante energia. Porém, quando as empresas passam as instalações locais para um centro de dados na nuvem isso economiza energia e reduz a poluição.

Como você viu ao longo do texto, a tecnologia na nuvem garante a segurança das informações, a disponibilidade dos ambientes e favorece a produtividade da equipe.

Agora que você já esclareceu os maiores mitos sobre o assunto, o que acha de compartilhar o texto nas suas redes sociais? Assim, você ajuda outras pessoas que ainda têm dúvidas!

Start typing and press Enter to search